• finestrino

Vantagens e desvantagens de fazer uma viagem de carro pelo Chile

Já postei várias coisas do Chile aqui no blog, tem praticamente tudo de Santiago até a Ilha de Chiloé (ainda não conhecemos Atacama e Patagônia, quem sabe um dia, he), e viajar de carro por lá é muito legal sim, mas sempre tem alguns pontos negativos e que eu acho bom ressaltar e já deixar todo mundo prevenido. Já falei aqui sobre o que você precisa saber pra dirigir por lá, e aqui faço um post mais comparativo, mais pá-pum, mais o que achei de real.



USAR O PEDÁGIO 2X

Isso eu achei fantástico! Quando você está na estrada principal e vai entrar em uma cidade, tem um pedágio. É barato, mas é um dinheiro né? E se você está rodando e já pagou o pedágio da rota principal, basta apresentar o canhoto na entrada da cidade. A gente tem de 6h a 12h (varia conforme empresa responsável) pra utilizar o ticket e economizar um pouco.


ESTRADA BOA

As estradas no Chile são ótimas! Todas elas, salvo as que levam para o interior dos parques, que essas sim são de terra e mais naturais, sem muita intervenção. Mas isso a gente entende perfeitamente.


As rodovias são muito boas, monitoradas por tudo e sinalizadas de ponta a ponta. Não tem como errar entrada/saída, rota… é muito fácil mesmo dirigir no Chile.


VISTAS

Gente, posso ser monga, mas eu AMEI as vistas no Chile! Assim, não são as mais belas tipo Alpes Suíços, mas gente, tem vulcões! Vulcões enormes por todos os lados e eles são espetaculares. É muito inusitado. E no inverno? No inverno tem toda a Cordilheira dos Andes com neve. Bem válido.


ACESSO AOS PARQUES MAIS LINDOS

Uma coisa boa de estar de carro (e nesse caso até melhor se for um 4×4) é poder chegar a lugares mais remotos, e que de Uber, Táxi ou esperar um grupo turístico fica bem mais caro. Também aquilo né, bem melhor poder escolher todos os cantinhos que vai parar, ou mudar um pouco a rota para visitar algo tipo Saltos del Laja ou a vila de Rarí comprar artesanato.



GASOLINA

Cara, taí uma coisa meio chata, o preço da gasolina. Chegamos a pegar mais de R$ 5/L, e como rodamos bastante foi sofridinho, viu? Outra coisa, quando mais pro sul, mais caro o litro, porque tudo sai mesmo de Santiago, não tem assim outra cidade principal no país. Vem tudo lá de cima, segundo os chilenos nos contaram. Então é isso, visitar o sul é economicamente mais caro pra quem está de carro.


ESTACIONAMENTO

Bem, quem está de carro… precisa estacionar o dito cujo! Lá é MUUUITO caro mesmo estacionamento, pois é cobrado por minuto!! É caro do tipo parar na rua custa mais ou menos R$ 10 a hora. Eu acho caro. E estacionamentos é daí pra cima. Em alguns parques também é preciso pagar estacionamento a parte, mas por sorte foram poucos.


TURISTA PAGA MAIS CARO

Essa é uma coisa que eu meio discordo em pontos turísticos, e isso acontece em Foz também, que eu adoro. Por um lado eu até entendo que eles tentam, de certa forma, incentivar o próprio habitante a visitar as belezas do país… mas por outro… poxa, o turista veio lá de longe pra visitar, já está gastando bastante e ainda tem que desembolsar mais. Sei lá, eu acho meio deselegante isso na verdade. O que vocês acham?


O fato é que no Chile turista sempre paga mais caro nos parques. Aliás, não todos, mas assim, 95% dos que visitamos, pagamos mais caro. Algo como R$ 5 a R$ 10 mais caro.

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle