• finestrino

Roteiro Istambul para 2 dias de inverno

Uma viagem ideal, pra qualquer lugar que seja, certamente requer muito mais do que 2 dias. Istambul então, que é enorme, precisa de muito mais que isso. Mas eu sei que a realidade da maioria não é a de um ano sabático e que muitos dependem de férias limitadas pra poder conhecer x ou y lugares. Foi pensando nessa “necessidade” meio a jato que montei um mini roteiro Istambul para 2 dias.


É um roteiro express, pra você pelo menos conhecer os pontos mais necessários e históricos de lá. Também quero frisar que esse roteiro está pensando em época de inverno. O que tem de diferença? É que no verão tem mais gente na cidade, e consequentemente, mais filas. Então pode ser que em dias de verão, você não consiga aproveitar tudo que coloquei aqui. Todos os itens mencionados nesse roteiro tem seus posts próprios, com mais detalhes sobre cada um.


PRIMEIRO DIA

Mirante e Café Pierri Loti

Comecei meu passeio nesse mirante. Ele fica ao lado de um cemitério, mas acredite, vale a pena. A vista é completa, e tem um café incrível ali pra você tomar alguma coisa quente e apreciar a vista.


Mesquita Nova

De lá, siga direto pra Mesquita Nova. Eu falei dela aqui, e a visita é meio jogo rápido. Ela não é tão, tão grande como a Santa Sofia e também não tem filas.


Bazar de Especiarias

O Bazar de Especiarias fica do lado/frente da Mesquita Nova. No post sobre os bazares contei o que tem por lá e o que é legal de comprar. Gostei mais desse do que do Grand Bazar, viu?



Torre de Gálata + Almoço

De lá seguimos pra outro lado da cidade e fomos visitar a Torre de Gálata. Lá pode ter alguma fila e o tempo de visita depende do tempo que você passar lá em cima aproveitando a vista e fotografando.


Como tem bastante movimento pro tamanho da sacada, não dá pra se enrolar tanto. Saindo de lá, vá pro almoço. Nos arredores da torre tem muitas opções de restaurantes e cafés, vai ser fácil achar um lugar bacana.



Passeio Bósforo

O último passeio do dia foi o do Bósforo. Aqui tem várias opções de tempo de duração, mas vale lembrar que no inverno os dias acabam bem mais cedo, então por volta de 17h já está ficando noite. Essa é a coisa ruim de visitar a Europa no frio, porque os dias são mais curtos e muitas coisas fecham mais cedo também. Mas dá tempo de fazer o passeio de 1h-1h30 sim.


Também é bom falar que Istambul é enorme e tem muito trânsito. Se puder fazer mais trajetos de metrô ou ônibus (aqueles nas canaletas especiais, tipo Curitiba), faça! O taxi além de mais caro, vai te tomar muito tempo.


SEGUNDO DIA

No segundo dia sugiro que você acorde um pouco mais cedo pra aproveitar bem, pois tem muitas coisas interessantes pra ver.


Mesquita Azul e Santa Sofia

A manhã começa com duas das mais interessantes mesquitas da cidade, a Azul e a Santa Sofia. Ficam uma na frente da outra, fácil de chegar, de se achar e de escolher qual tem menos fila na hora, hehe.



Único detalhe é que na Mesquita Azul tem horário pra visita, pois ela é usada para oração e fecha pro público nessas horas. Já a Santa Sofia é um museu e não fecha, mas tem taranta coisa pra ver/fotografar/aprender que você pode contar fácil umas 2h de passeio.


Cisterna

De Santa Sofia, é só atravessar a rua e chegar na cisterna da basílica. A visita é rápida também, aliás, acho que é a única visita mais agilizada desse dia, os outros pontos tem muito mais coisa pra ver.


Almoço Típico

Depois dessas três paradas, parada pro almoço. Eu fui em um restô que gostei muito e era caminho entre a saída da cisterna e o Palácio de Topkapi, conveniente, sim ou não? Pode comer tranquilo, não precisa engolir rapidão, dá tempo! O nome do lugar era The Han, e elas ficam fazendo as massas na vitrine.



Palácio Topkapi

Falei que estaria perto do Palácio, e está mesmo. Dali, mais 5 minutinhos de caminhada e chegou. Fácil e simples, não tem erro. Ah, lá tem uma pequena fila também e essa acredito ser a visita mais demorada de todas, pois o Palácio é enorme, tem um montão de coisas pra ver e vale a pena se enrolar por lá, é muito interessante.


Grande Bazar

Pra finalizar, o melhor e que todo mundo é louco pra ir: o Grande Bazar, aquele bem grandão e com muita coisa legal pra comprar, ver e experimentar. Nós deixamos 3h pra lá e foi suficiente, mas teve gente que deixou mais tempo ainda. Confesso que eu não aguentava mais caminhar e ver tudo. Além de ser muita coisa, chega uma hora que nem aguentamos ver os mesmos artesanatos e ficar andando com aquele “passo museu” (aquela caminhada lenta que cansa mais que uma corrida).



0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle