• finestrino

Palácio Topkapi em Istambul

Depois que você visitar as mesquitas e a cisterna, pode ir direto para o Palácio Topkapi que fica a uns 5 minutos de caminhada da ali. Vale perguntar pro segurança da porta de saída da cisterna ou da mesquita qual rua pegar pra chegar, porque é bem pertinho mesmo e não compensa pegar táxi.


Aliás, já falando de roteiro aqui, você pode tranquilamente visitar as mesquitas Azul e Ayasofia de manhã, passar para conhecer a cisterna, seguir pro almoço e lá por 14h ir ao Palácio Topkapi. Pode ir com fé, eu fiz isso e deu tranquilo no tempo, mesmo contando todas as filas.


Agora, o que falar do Palácio Topkapi… tem tanta, mas TANTA coisa ali, que é difícil resumir tudo aqui. Começa pela fila – sim tem também – dos ingressos. A bilheteria é bem no portão maior de entrada, fácil de achar, e pra visitar o local o ingresso custa 30 liras. Lá dentro você pode visitar o harém (!!) e paga-se a parte lá dentro mesmo. Custa 15 liras e tem bilheteria ali do ladinho da porta de entrada.



Esse Palácio foi construído pelo sultão Mehmet II após a conquista de Constantinopla, em 1453. Ele todo cobre uma área de 700 mil m², só isso. Ele é todo cercado por muros e o primeiro pátio de acesso servia de alojamento dos Janízeros (alô aula de História) e também para armazenamento de carvão e madeira. É também neste pátio que fica uma das igrejas mais antigas do mundo, a de Santa Irene, servindo hoje apenas como um museu, claro.


Depois de comprar seu bilhete e passar pelo portão principal, você chega ao segundo pátio, que servia para receber os eventos mais importantes do Império Otomano. Ali cabem até 10 mil pessoas e fora das festividades, eram ali que ficavam alguns animais. Do lado esquerdo tem uma construção linda, o Salão de Reuniões do Conselho. Era nessa sala que decisões administrativas aconteciam, encomendas, cobrança de taxas, entregas e etc. O lugar é espetacular! Inteiro decorado com muitas estampas diferentes.




A curiosidade é que nessa sala tem uma janela secreta que o sultão usava para ouvir as discussões secretamente.


Seguindo em frente e passando pelo Portão da Saudação, ficava o estábulo dos sultões e na mesma área haviam ainda dois quartos de residência do gerente do estábulo. Pelo mesmo caminho, chegava-se a cozinha do Palácio, com 800 fogões (eles faziam refeições para 4 mil pessoas, ufa!)


O Palácio de Topkapi foi, durante 3 séculos, residência de vários sultões e por isso tem muitas peças antigas de sultões expostas lá hoje em dia. Essa parte que fica mais pro lado direito dessa entrada é muito, muito incrível e infelizmente não dá pra fotografar. São várias salas com jóias e mais jóias, tronos de ouro e pedras preciosas, uma ostentação que só! É impressionante ver a riqueza que esse povo tinha. Não dá pra imaginar o custo dessas peças, lindíssimo de ver.


O caminho pelo meio leva a outro portão, o Portão da Felicidade e o dos Eunucos Brancos, que por sua vez levam ao terceiro pátio. Nesse portão sustentado por 4 colunas ficava o trono do sultão, para que ele pudesse receber visitas importantes. No terceiro pátio fica a área chamada Enderun, que é onde os sultões viviam. Por sua vez, no quarto pátio ficavam os apartamentos privados dos sultões e a Mesquita Imperial Sofia, de 1809. Haja pátio!


Isso tudo e ainda não chegamos no harém. A entrada dele fica quase ao lado da Sala de Reuniões que mencionei acima. O harém era na verdade a residência da família imperial e um espaço para os sultões ficarem mais confortáveis com suas mulheres.



As salas são lindas de-mais! Decoração do piso ao teto, uma profusão de cores e padrões em muitos corredores e salas. Sei que paga-se ainda mais um pouco pra entrar, mas na minha opinião, é a parte mais legal do Palácio todo. Vale muito a visita.


Deu pra entender que o lugar é imenso né? E mesmo assim fica super cheio. A coisa é que lá dentro não tem uma ordem pra passear, você vai indo e indo e sendo levado e empurrado. De um dos lados é possível ter uma vista panorâmica do Estreito de Bósforo, e isso é bem bacana também.


Fique atento com a bilheteria. No verão fica aberta de 9h às 18h45, mas no inverno, fecha às 16h45. Outra coisa importante: fechado nas terças feiras.

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle