• finestrino

Outlets de Las Vegas

Vou ser bem sincera aqui: não curti os outlets de Vegas. Antes de viajar para a Califórnia e dar aquela esticada em Las Vegas, todo mundo (muita gente mesmo) falava: “compra tudo em Vegas, não compra nada em outro lugar, deixa pra comprar lá.” Na boa? Que sorte que não fiz isso, não deixei pra ir só nos outlets da cidade.


Eu realmente não sou do tipo que faz tudo pra ir aos outlets, mas tem lugares que valem a pena, e nos EUA isso se aplica. Antes de ir fiz aquela pesquisa forte do que fazer, e uma das boas dicas que peguei, foi sobre o Camarillo Premium Outlets no caminho para Los Angeles. Eu gostei muito de lá, comprei bastante coisa e só não comprei mais porque não queria gastar tanto, além do que, ainda tinha Las Vegas para visitar e segundo todo mundo “compra tudo em Vegas.”


Cheguei na cidade achando que ia abafar nos outlets igual fiz no Camarillo. Inclusive reservamos uma manhã só para compras (e acreditem, eu nunca faço isso… compra é sempre consequência nas minhas viagens). A viagem toda fizemos com carro, mas devolvemos o veículo assim que chegamos em Vegas, então estávamos 1) desacostumados a ficar sem carro nos EUA 2) cansados já de 20 dias de viagem e 3) com preguiça de pegar ônibus e descobrir onde era o ponto e blábláblá. Digo tudo isso pra justificar o fato de ter pego um táxi pra ir até lá. Na realidade, o ônibus custa 8 USD por pessoa (diário, só que Vegas nem precisa de ônibus, dá pra fazer tudo tranquilamente a pé) e o táxi para 4 pessoas fica em torno de 18USD (dá elas por elas com a ida e a volta, porém o táxi é mais confortável e rápido, convenhamos). A coisa é que nessas alturas, a gente queria descansar já e ficar de boa sem stress… não sei porque estou me justificando tanto por essa escolha de transporte, mas enfim, é isso.


Ok, enfim chegamos em um dos outlets da cidade. É muito fácil achar e ir para os outlets lá, pois um fica na ponta sul e outro na ponta norte da Strip, a rua principal dos hotéis e a mais famosa.


Chegamos 5 minutos antes do horário de abertura (10h) pois é aquilo né, outlet = muita gente e bagunça. Por sorte estava hiper tranquilo, nem parecia um outlet aquilo, parecia um shopping normal de qualquer cidade. O complexo sul tem 140 lojas e o complexo norte 150, mas juro que nem parece. Diferente do Camarillo, esse é fechado e tem cara de shopping mesmo.


Tem marcas boas como Calvin Klein, Armani, Guess, Converse, BCBG, Nike, Ralph Lauren dentre outras. Pena que achei as lojas muito fracas! Pode ser que na época que fui estava meio caído, meio final de “coleção”, mas o fato é que não encontrei quase nada relevante. Pra não dizer que não encontrei nada, comprei 2 peças na Calvin Klein. DU-AS peças em um outlet dos EUA. Tenso né?


Não quero dizer pra você não ir, nem quero dizer que só tem coisa ruim, apenas quero dizer pra não ir com a maior esperança do universo porque pode ser que seja meio #fail como foi pra mim. Por sorte comprei coisas antes e não deixei pra comprar lá, pois teria ficado muito braba/decepcionada com isso. Vegas foi feita pra gastar, então separe sim um dinheiro pra usar lá, fazer compras em vários lugares, mas não deixe de fazer compras em outros pontos da sua viagem!


Aqui o mapa para chegar no outlet sul:

E aqui o mapa para chegar no outlet norte:


1 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle