• finestrino

Minha visita à ilha de Capri

A praia mais cara/chique/linda da Itália. Sim, mesmo pra quem não é muito chegado em praia, tipo eu, não esquece e fica com vontade de voltar pra mini ilha de Capri.

Para chegar lá, é preciso pegar um barco que sai da cidade de Napoli, na região de Campania, sul do país (outro dia falo sobre ela, principalmente porque Capri é bem mais bonita e merece um post antes). Há uma infinidade de barcos que podem te levar até lá, com um detalhe chato: os horários e preços. Dá pra sair bem cedinho para aproveitar bastante BUT, se quiser voltar tipo no final da tarde, prepare-se para pagar uma facada.


Pois é, os barcos com os melhores horários são os mais caros, o mais baratinho que a não elite aqui pegou, saía umas 8h e voltava às 16h. O trajeto dura uns 40 minutos, e pode ser meio chatinho, porque os barcos balançam muito e as pessoas costumam ficar enjoadas.


Dá para comprar o bilhete de ida e volta ou separado, se quiser comprar ida de uma companhia e volta de outra. O nosso baratinho saiu 10 euros cada trecho (isso porque estávamos em quatro pessoas e choramos um desconto e tal).


Chegando na ilha, você pode pegar uma lancha que te leva para dar um volta em volta de Capri. Custa 10 euros também, e eu achei que valeu a pena sim. O guia foi super simpático, explicou tudo da ilha, mostrou casa de famosos como a antiga casa de Mussolini e a de Sophia Loren, parou em pontos estratégicos para fotos e tudo o mais.

Outro passeio bem legal, mas que infelizmente não pude fazer, é o de visitar a Grotta Azzura, que dizem ser maravilhosa. Não pude fazer porque a fila de barcos com turistas na espera estava entupida, com esperas de 2h!!! Se não estiver assim cheio, não hesite e pague os outros 10 euros do passeio.

A água lá é realmente incrível, porém é meio geladinha e não existe areia. O que existem são milhões de pedrinhas que doem o pé, difícil de ficar em pé e entrar no mar pode se tornar uma aventura bem engraçada pra quem não está acostumado. Tipo que nós tivemos que ir entrando no mar sentados, porque não tinha condições de ficar em pé!!


Anyway, o mar é transparente, a vista é linda, o sol é forte e isso tudo compensa o drama anterior.

Depois de ficar um tempinho na praia, suba pra cidade com um bondinho teleférico, vulgo “funicolare”. Custa 1,40 euros cada trecho. Lá em cima está um reduto enorme de mega lojas chiquéééérrimas, restaurantes finos, gente bonita, casas fofas e hotéis luxuosíssimos! Os mirantes são indispensáveis, a vista é como posso dizer… tudo! E no final das contas (sim, porque lá você querendo ou não VAI gastar pra conhecer as coisas), tudo vale muito a pena!!


0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle