• finestrino

Heinold’s first and last chance: o bar mais torto do mundo!

Quando fui a São Francisco, contei aqui que alugamos um carro pra rodar a Califórnia. Daí que pra “testar” o carro e arrumar o GPS que levamos daqui, aproveitamos pra dar uma volta em Oakland, uma cidade logo ao lado de Sanfran, meio região metropolitana assim.


A cidade é pequenininha, mas tem um píer super gostoso, chamado Jack London Square, e andando por ali, você vai encontrar uma casinha pequenininha de madeira. Isso aí meus amigos, é o bar mais torto do mundo, o Heinold’s First and Last Chance.

O bar foi aberto em 1883 por John Heinold e esse nome “First and Last Chance” (primeira e última chance) é porque na época muitos marinheiros passavam por ali, e para eles era a primeira e última vez que tomariam bastante álcool antes/depois de uma longa viagem.


O prédio foi criado para ser um dormitório para os pescadores que trabalhavam com ostras, e foi usado como abrigo durante quase 3 anos. Em 1883 a casa foi comprada por Heinold’s por apenas US$ 100, e com a ajuda do carpinteiro de um navio, transformou o abrigo em pub. O nome original? J.M Heinold’s Saloon.


Aliás, esse termo “última chance” era muito usado nos bares dos Estados Unidos no começo do século 19, pois assim indicava aos fregueses que esta era a última parada para comprar e beber álcool antes de entrar num país com proibição de bebidas.

As mesas do First and Last Chance são de um navio caçador de baleias e os outros móveis são ainda da época em que o próprio John cuidava do bar. As paredes são cheias de cartões de visita, chapéus e notas de dinheiro assinadas pelos marinheiros que passaram por ali. O fogão também é original da época, mas a característica mais forte do local é o chão. Tem que ser o chão!


É difícil notar através de foto, até porque além de ser um espaço bem pequeno, é muito escuro o dia todo, então quase não se nota se não estiver lá. Em 1906 São Francisco sofreu com um enorme terremoto, e a casa construída em um terreno pantanoso, afundou e ficou tudo MUITO torto. É impressionantemente torto, mas imperceptível pelo lado de fora. É só quando abrimos a pequena porta que caímos em um enorme degrau e um chão de desenho animado.


Para completar as histórias do bar, do lado de fora há um relógio marcando exatamente o horário do terremoto de 1906, às 5h18. Uma lembrança triste do trágico incidente. A dica é: se beber, você vai sofrer com esse chão!!

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle