• finestrino

Compras no Chile: o que comprar de artesanato legal

Tá ok, eu sei que uma viagem para Chile ou outros países de América do Sul não é o que a gente conhece como viagem de compras. Esse título fica com o pessoal dos Estados Unidos lá, mas olha, depois que eu comecei a trabalhar com souvenir (tipo 4 ou 5 anos já), eu comecei a olhar para todos os lugares com outros olhos.


Aqui no Brasil eu preciso trabalhar com olho clínico para coisas que vendem e que são legais e, de quebra, diferentes do basicão. É mais do que óbvio que eu aproveito minhas viagens hoje em dia para fazer um pouco de pesquisa e trazer novas ideias, né? Tento fugir ao máximo (pra não dizer sempre) do que é “made in China”, primeiro porque vai ter igual em outra cidade e com outro nome estampado e também porque não valoriza a economia e cultura local de verdade.


Uma coisa que percebemos no Chile é que esse quesito souvenir e artesanato chileno é pouco explorado, e olha, tem MUITA coisa que eles podiam fazer. Chile, me contrata plis! hahaha


Na verdade, tem bastante coisa de artesanato chileno pra comprar sim, muita coisa em madeira e lãs e claro, vinhos. Mas acaba sendo tudo igual em muitas cidades, sem explorar as variações de cada área, sabe como? Ai mesmo sendo artesanato chileno e não made in China, tem em tanto lugar que é como se fosse.


O melhor lugar que encontramos para comprar coisinhas chilenas diferentes e muito típicas foi Pucón. Eu amei Pucón por vários motivos, mesmo ela quase me levando à falência porque tem muito artesanato. Lá tem MUITA coisa diferente e eles estão mais preparados para esse comércio. Então minha dica de compras no Chile é: reserve seu $$ para comprar nessa região. Mesmo! Fiz uma seleção de coisas interessantes pra trazer de lá. Bora abrir a carteira:

LÃ DE CARNEIRO

Aqui pra baixo tem muita coisa de lã de carneiro. Tem pantufinhas, blusas, casacos e cachecóis deliciosos e bem diferentes. Eles usam aquela lã bem grossona, com cores vivas e fica muito fofinho.


Eu comprei uma pantufinha e um cachecol desses mais grossos. Como estava bem frio nessa região, eu usei já na viagem e valeu muito a pena, é super quente! Funciona sim e é mais barato que aqui.


Eles também fazem bonequinhas mapuche com essas lã. Mapuche é o índio chileno, e é uma graça esse souvenir! Tem de vários tamanhos, cores, estilos e preços. Geralmente começam em R$ 30, não vi nada menos que isso. E aí vai até preços estrambólicos que né, não. Compramos a nossa em uma vila de artesãos que fica na subida pro vulcão Villarica. Gostamos muito dela e estava com preço legal.


ITENS EM MADEIRA

Essa região da Araucanía toda e dos Lagos tem MUITA madeira disponível, então basicamente tudo nessa parte sul é de madeira. Tudo mesmo. As casas, os móveis, ímãs, colheres, tudo tudinho. É abundante demais e tem opções bem diferentes. Os preços são bons também, como tem muito, é barato!


FLOR DE MADEIRA

Isso é uma coisa que você TEM que ver em Pucón e só em Pucón. Só tem lá, é típico e são apenas 3 famílias que produzem as flores de madeira hoje. As 3 lojas ficam na mesma rua, na saída da cidade e tem indicação.

De longe – e na real, até de relativamente perto – parecem flores normais. São tão parecidas que até insetos chegam nelas achando que são reais!! É lindo demais, super colorido, bem artesanal e não é caro.


Claramente a gente trouxe algumas pro apê novo e para presentear algumas pessoas. Tem de 3 tamanhos mais ou menos, e sério, é bem difícil escolher qual trazer.

**Lembrando: apenas em Pucón!**

ARTESANATO EM CRIN

Esse artesanato juro, a gente foi até uma cidadezinha mais ou menos no caminho, APENAS para conhecer esse artesanato chileno. To nesse grau de pesquisa, pra vocês verem!


Crin nada mais é do que crina. Sim, crina. Crina de cavalo, essa mesma. Essa arte foi desenvolvida pelas tribos da cidade de Rari, e ela estava no meio do caminho entre Talca e Chillán. Paramos pra conhecer.


É super diferente, não é o artesanato mais lindo que já vi, mas nossa, que difícil! E tudo manual e passado de geração para geração. É um preço ok, também não pode ser muito barato porque é um micro fio, tecido em micro coisinhas tipo insetinhos, flores e tal.


CHÁS, CHOCOLATES E GELÉIAS

Isso é uma coisa que gosto de comprar, mas vi poucos lugares no Chile assim mais típicos ou diferentões. Encontramos uma marca de Villarica, a Botánica Gourmet, que faz chás e infusões, bem como chocolate quente com sabores tipo frutas vermelhas e pinhão! Diferente suficiente pra querermos comprar, hehe.


A loja é uma graça, e nós conhecemos a que fica em Lican Ray. O chá também é uma delícia e eles tem combinações beeeem diferentes. Ah, e o pote vem cheio até a boca, então vale cada centavo. E garanto que você vai fazer sujeira pra abrir, igual eu que fiz uma zona no hotel.


CERVEJAS ARTESANAIS

Aqui no Brasil tá essa super onda de cervejas artesanais. Curitiba então, meudeus! E antes de ir pro Chile eu busquei cervejarias chilenas pra talvez conhecer. Na internet encontrei meio que uma só, que fica em Valdivia e acabamos não tendo tempo de conhecer.


Eu não encontrei opções como aqui. Pelo jeito o lance alcoólico do Chile realmente é vinho e mais vinho e apenas vinho, mas pelo sul encontramos uma loja com várias marcas locais. Foi o único lugar assim que topamos na viagem inteira, tirando restaurantes, que um ou outro tinha.


Durante a viagem também experimentamos algumas, como a com morango em Valle de Colchagua e a Ñielol de trigo, que tomamos no Casa Establo.

CULTURA MAPUCHE

Eu já comentei ali em cima das bonequinhas mapuche de lã, mas é que tem bem mais coisa assim lá. Tem símbolos de um instrumento tipo um tambor que é super típico, ponchos, estampas indígenas. É algo bem típico, super artesanato chileno bem legal para presentear. Esse instrumento e desenho:


0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle