• finestrino

Como foi meu processo para emitir o visto de estudo italiano

Todo mundo sabe que para ir a Europa não é necessário vistos se sua estadia for de no máximo 3 meses. Mas eu fui estudar na Itália durante um ano, e precisei tirar visto de estudo italiano.


Não precisei ir pra São Paulo porque tem um consulado aqui em Curitiba, e isso realmente facilitou a vida!! O consulado fica no Shopping Itália, R. Marechal Deodoro, 630 – 21º andar, bem no centro da cidade.


Para quem vai estudar, é só entrar no site, pegar o formulário e preparar os documentos. Quando fiz meu visto (há 2 anos e meio atrás), não precisei agendar nada, era apenas chegar cedo, pegar uma senha e esperar. O espaço é pequeno, então sempre fica um pessoal no corredor e tal. Os atendimentos são feitos apenas na parte da manhã, e se não me engano, é de 3ª a 6ª… ou algo assim. E a retirada do passaporte leva uns 15 dias úteis e é feita na parte da tarde, também mediante senha.


O consulado pede uma série de documentos, além das passagens aéreas mostrando datas de ida e volta. Na época me pediram o formulário do site e os seguintes documentos:


1 – Certificado ou carta convite da instituição escolar ou universidade italiana, no qual deve estar especificado que o estudante está regularmente inscrito, qual o tipo do curso, duração, a data de início e o endereço completo da escola;

2 – Seguro de saúde válido na Itália, sem limitação de cobertura ou certificado IB-2. Ou então declaração do interessado assumindo a responsabilidade de fazer o seguro na Itália;

3 – Meios financeiros suficientes para garantir a permanência na Itália durante o período de estudo, sendo necessário apresentar uma das opções:

3.1 – Recibo bancário da compra de moeda estrangeira; 3.2 – Travelers checks; 3.3 – Dinheiro em espécie; 3.4 – Carta de banco operante na Itália comprovando que o estudante possui uma conta corrente e que mencione o saldo bancário; 3.5 – Cartão de crédito internacional ou italiano (Bancomat) ? nesses casos, o interessado deverá apresentar uma declaração da instituição financeira na qualÿ deve constar que o valor poderá ser retirado mensalmente; 3.6 – Comprovante da concessão de bolsa de estudo, indicando o valor da mesma;

4 – Ser maior de 14 anos.

Além disso, há os documentos exigidos para qualquer tipo de visto:

– Passaporte válido (com data de vencimento superior a três meses da data prevista de volta da Itália);ÿ

– Carteira de identidade brasileira RG ou RNE;ÿ

– Cópia da reserva ou da passagem aérea (o bilhete deverá ser apresentado no ato da emissão do visto);ÿ

– Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone ou titulo eleitoral);ÿ

– Duas fotos 3×4 (recente);

– Endereço do local onde ficará na Itália.


Chegando lá, você retira uma senha. Depois de passar por um primeiro guichê e entregar os documentos, temos que esperar mais um pouquinho, até que nos chamem para a entrevista com o cônsul. Ele era bem simpático, e não fez muitas perguntas difíceis nem nada, conferiu os documentos e fim. Quinze dias depois (o tempo de espera pode variar também, eles não dão data certa para retirar, apenas dizem que a partir de X dias podemos retornar), era só voltar para retirar o passaporte com o visto.


Todos os vistos podiam ser fáceis assim né? Feitos na nossa própria cidade inclusive… mas fazer o quê, não é mesmo?

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle