• finestrino

Atins: o pequeno povoado pra prestar atenção no Brasil

Quem vai conhecer os Lençóis Maranhenses fica, geralmente, hospedado em Barreirinhas, como comentei aqui já. Mas sabia que tem outro povoado super pequenininho e natural ali perto também? E que tem passeios bem bacanas pra fazer? E que é “A” opção pra relaxar?


Pois é, ele chama-se Atins, tem cerca de 1500 habitantes, quase nada de intervenção ainda e bem, já está toda vendida para estrangeiros (ou seja, em breve vai ser point).


Nós fomos pra lá a convite da Pousada Jurará, e para chegar até Atins fomos com a mesma lancha do passeio de Caburé. Dali até Atins são uns 10 minutinhos. Dá pra ir de carro pra lá também, mas a viagem é mais demorada e menos confortável.


Chegando lá, pegamos um quadriciclo (já sabemos que eu a-mei andar de quadri) até a pousada. Gente, vocês não tem ideia de como é tranquilo esse povoado! É tão natural, tão preservado, tão quietinho… celular pega mal-e-mal. Wifi? Esqueça!

A pousada é super novinha, tem poucos quartos e redes relaxantes pra ficar um tempão lá depois dos passeios. Os quartos são bem equipados e como falei, é tudo novinho, tem banheiro no quarto, ventilador (o ar condicionado está chegando) e… ah, não tem água quente não. Mas não se assuste, porque não faz falta, de tão quente que é lá.

Tem café da manhã incluso e alguns lanches, que aliás são bem gostosos e fresquinhos. Os sucos são ótimos, e eu sempre implico com isso.

Lá você anda a pé ou de quadriciclo ou… só essas opções mesmo. O dono da pousada levou a gente pra conhecer todo o povoado, um pequeno “city tour” por lá e pela praia. Tudo muito natural, com casinhas rústicas, uma ou outra mais elaborada, praia limpa…


Enquanto estávamos em Atins, fizemos um passeio para ver mais dunas, claro e a lagoa Tropical. Para chegar até lá pegamos novamente um daqueles carros 4×4 adaptados, andamos um montão nele – pequeno rally – e chegamos até o ponto de começar a passear a pé. Como é uma região menos visitada, só tinha o nosso grupo, então para fotos foi maravilhoso e parecia uma expedição no deserto. Muito bacana.

As lagoas são incríveis também, água gostosa e ali pudemos ficar mais tempo que no passeio dos pequenos lençóis.


Depois disso pegamos o carro novamente e seguimos para outro ponto para ver o pôr do sol. Apenas IN-CRI-VEL! Lindo demais ver o por do sol ali entre os lençóis, só nós… Indescritível, só vendo ao vivo pra entender. Lua de um lado, sol do outro e dunas no meio.

Em Atins ficamos apenas um dia, e depois do almoço do dia seguinte já voltamos pra São Luís. Valeu a pena parar esse tempo ali e conhecer esse cantinho ainda inexplorado do Brasil. Reserve um dia da sua viagem pra parar ali e conhecer a região. Vai ser ótimo pra descansar depois de tanto sobe e desce em dunas!

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle