• finestrino

Ankara e o Mausoléu de Ataturk

Engana-se quem pensa que Istambul é a capital da Turquia. É Ankara a capital do país e fizemos uma parada rápida nela para conhecer o Mausoléu de Ataturk. Como foi só essa parada mesmo, não pude conhecer mais da cidade, mas deu pra ver que ela é bem moderna e bem diferente de Istambul, viu?


Aí você pensa “Foi fazer o quê lá, mesmo? Quem é Ataturk? Qual a importância de parar ali?”. Ok, vou responder tudo isso. Primeiro de tudo, Ataturk foi apenas o distinto senhor que transformou o país em uma República. Ele era um militar que lutou nas frentes de batalha da Anatólia e Palestina, bem como na Primeira Guerra Mundial. Foi o primeiro presidente do país e criou reformas políticas, econômicas e culturais na Turquia. Algumas ações foram o fim do sultões, a separação entre estado e religião, uso do alfabeto latino no idioma turco (antes era escrito em caracteres árabes) e a reforma dos códigos penal e civil.


Dito isso, deu pra entender quem era e porquê era interessante parar no Mausoléu dele, certo?


Agora, vamos falar da nossa entrada no Mausoléu. Na entrada do local, tem uma guarita com guardas, fazendo todo o controle. Estávamos todos em uma van, e tivemos que estacionar, descer (deixando nossas coisas ali mesmo), passar pelo raio x e voltar pra van e para nossas bolsas com rifles e bazucas. Quer dizer, revisaram a gente não sei por qual motivo, já que todos os pertences ficavam na van.


Enfim, o local é muito lindo, conservado, limpo e enorme – 750 mil m! Foi construído após a morte de Ataturk, finalizado em 1953 e aberto ao público em 1960. O prédio faz um formato de U e lá dentro tem um museu contando a história desse líder e, consequentemente, a história moderna do país.


É uma visita meio rápida sim, mas muito interessante. Tem muitas fotos antigas, tem pinturas incríveis de artistas turcos (realmente muito boas) e representações de algumas batalhas. No prédio principal fica a tumba de Ataturk, em um espaço muito grande e preservado.


Outra coisa que achei curiosa e muito interessante foi a troca da guarda! Pois é, tem isso lá! Chegamos bem na hora de uma troca e não deu pra ver tudo direito, mas no final da visita teve outra e dessa vez deu pra ver. É super bacana, eles são muito sincronizados e as roupas perfeitas. Achei curiosíssimo!


Eles dão a volta em todo o complexo, entonando um textinho que, claramente, não entendi porque era turco. Vão andando bem devagar, quase em câmera lenta e muito sincronizado. É basicamente perfeito. Quando dão a volta toda, param e trocam de posto com os que estão ali. Não sei porque, mas são 3 cores diferentes de uniforme.


Parada que valeu a pena na capital turca. Quem tiver um tempinho e interesse em história, vai já pra lá!



0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle