• finestrino

Aluguel de carro nos EUA

Para aproveitar melhor a última viagem que fiz, optamos pelo aluguel de carro. É a melhor forma de se deslocar pela Califórnia. É uma viagem clássica que muita gente faz e quem ainda não fez tem que fazer por que é linda demais!


Escolhemos a locadora de carro aqui mesmo com a ajuda de uma agência de viagens. Entre três opções, escolhemos a Alamo, pois obviamente tinha preços mais atrativos para os mesmos modelos de carro de outras locadoras. Como éramos 3 pessoas cada um com uma mala, seria ideal um carro médio, e por isso escolhemos o Nissan Versa. Pra quem não identificou, é esse aqui:


Pagamos tudo por aqui e a agência nos deu um voucher com tudo. Já tinhamos pago o seguro e outras taxinhas adicionais. Como tinhamos um GPS nosso, alugamos sem, o que diminui o preço consideravelmente.


Beleza, chegamos na Alamo de São Francisco e primeiro choque: 2h na fila. A loja estava lotadíssima e para completar os atendentes estavam naquele ritmo calmo e quase dormindo! Como era final de ano (dia 29/12), a demanda era enorme, esse ritmo de trabalho complicou muito. Pelo menos eram simpáticos… mas 2h na fila de pé, é muito chato.


Na nossa vez, fui eu e meu pai para assinarmos tudo e pegarmos o carro. Como os documentos eram dele e eu era a tradutora oficial da viagem, tínhamos que ir os dois no guichê. Minha mãe ficou feliz e faceira sentadinha enquanto isso. Ok, tudo certo, tudo ok. Ainda precisávamos esperar uns 30 minutos até terminarem de limpar o carro. Perfeito, pois enquanto isso fomos almoçar.

Quando voltamos, nosso carro já estava pronto. Pegamos as chaves e fomos felizes procurar na garagem. Na vaga especificada tinha um Cinquecento. Olhamos, olhamos em volta e nada do Versa por perto. Tivemos que voltar ao escritório e ver o que tinha acontecido. Presta atenção no que ouvi:


“Mas o Versa e o Cinquecento estão na mesma categoria de carro mediano, é o mesmo preço.”


Gente, por favor. Em que planeta isso? Vamos relembrar como é um Cinquecento:

Agora analisem a foto do Versa e a do Cinquecento e me digam: cabe a mesma quantidade de pessoas e malas? É o mesmo tamanho? Configura o mesmo preço? Não, sinto muito.

Aí disse que precisávamos de um carro maior obviamente, pois éramos três pessoas com malas. Claro, poderíamos ter o carro maior, pagando a diferença. Chega a hora de tacar um tamanco na cara dos atendentes, sim ou não? Comecei a aumentar o tom e a discutir esse absurdo com o gerente da loja. Enquanto isso o senhor que nos atendeu foi ao computador do lado ver o que podia fazer. De repente ele nos chamou no balcão e disse que achou que éramos eu e meu pai apenas, e o Cinquecento bastaria sendo assim.


Com certeza bastaria para duas pessoas, mas não foi o carro que pagamos. Independente de ser 1 ou 4 pessoas, pagamos pelo Versa!


Eles “resolveram” o problema (que não seria problema se tivessem me dado o carro certo) rapidinho, e nos entregaram um Focus com teto solar que tinha acabado de chegar. Agora sim, um carro decente e na categoria escolhida:


Depois disso, deu tudo certo com o aluguel do carro. O detalhe interessante é que você pode escolher entre entregar o tanque cheio ou entregar como está e eles enchem e cobram no cartão depois. O bom é que não precisa se preocupar em encontrar um posto perto da entrega, e além disso a gasolina deles é mais barata.


Tudo bem que se for encher o tanque desse carro, gastará em torno de U$ 35, não é muito, mas pagar menos e não se preocupar com isso é bem bom.


Outra dica: se levar alguma multa, ela VAI chegar na sua casa sim! Pode demorar 1 ou 2 meses, mas eles te encontram. A empresa que cuida das rodovias entra em contato com a locadora de carro, e eles indicam seu endereço. Sendo assim, você recebe a multa (que é bem fácil de pagar pela internet) e também uma carta da locadora avisando sobre isso.


Nós levamos uma multa de pedágio, e o aviso da rodovia veio uns dias antes do aviso da Alamo inclusive. Lá constam todas as infrações e como proceder. No nosso caso, passamos um pedágio sem pagar. Não vimos a bifurcação da pista que levava ao guichê caso não fosse fast-pass. Tudo bem, não foi tão caro: cerca de U$ 60. Lá tem a indicação do site para pagamento e tudo bem simples mesmo. Paga-se com o cartão de crédito mesmo. #nodrama


Em resumo, foi muito bom alugar um carro nos EUA. É realmente mais fácil se deslocar por lá assim e a gasolina é barata. Em algumas cidades não é bom estar de carro, como São Francisco que tem um trânsito caótico e os estacionamentos são caríssimos, e Las Vegas, que tem tudo perto e o que não é perto tem trem ligando. Outra cidade que não vale a pena estar de carro é Los Angeles. A cidade é enorme e tem trânsito forte também. Dá pra pegar metrô e ônibus de turismo para as regiões mais afastadas.


Se você alugar o carro aqui pelo Brasil, fique atento à taxas extras que a locadora pode vir a cobrar e principalmente, cobre o produto pelo qual pagou. Jamais aceite um Cinquecento no lugar de um Versa!

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle